CREATE ACCOUNT

FORGOT YOUR DETAILS?

Depois do Heartbeat é a vez do Shellshock deixar os administradores de redes e aplicações preocupados. Uma vasta lista de dispositivos que utilizam o Bash Shell do Unix, de diversas empresas, foram afetados. O shell é como um mensageiro, facilitando a comunicação entre você e seu computador. É uma forma de você enviar os comandos

OpenSSL Heartbeat e equipamentos Cisco

sexta-feira, 11 abril 2014 por

Ao que parece o OpenSSL Heartbeat é a vulnerabilidade do momento, afetando produtos que utilizam o OpenSSL da versão 1.0.1 até 1.0.1f. Esta vulnerabilidade permite que o invasor leia até 64KB de memória da vítima sem qualquer informação privilegiada ou credenciais, usando as respostas Heartbeat do OpenSSL. Até o momento sabe-se que os seguintes produtos

Nos dias de hoje, é muito comum utilizarmos dos serviços LDAP para fazer a importação e autenticação dos usuários através das aplicações de UC. Porém, devido ao fato de cada empresa possuir a sua estrutura de LDAP (domínios, OUs, usuários de serviços, etc), quase sempre esta integração acaba trazendo informações desnecessárias para a base de

Netts sorteia mais um LAB: CCNA Voice

sexta-feira, 10 dezembro 2010 por

A Netts, empresa que fornece treinamentos para certificações Cisco, e que recentemente sorteou um LAB para CCNA, agora vai sortear um LAB para o CCNA Voice. Para participar basta se cadastrar aqui, até o dia 07 de fevereiro de 2011. Na página também é possivel ver quem foi o ganhardo do sorteio do LAB CCNA

CCNP Security e CCNP Voice

terça-feira, 26 outubro 2010 por

Já não é novidade (foi anunciado em agosto) mas as certificações CCSP e CCVP, da Cisco, passarão a chamar-se CCNP Security e CCNP Voice, respectivamente. Essas mudanças visam tornar os caminhos das certificações Cisco mais claros (e tenho certeza que para aprovietar a marca CCNP, que é bem forte). Exceção feita a carreia Design (CCDA,

Neste tópico iremos abordar o processo de matching nas dial-peers saintes (outbound). Basicamente, a seleção de uma dial-peer outbound se dá pelo parâmetro "destination-pattern", levando-se em conta dois fatores: – Match mais específica (Longest Match) – Preferência (preference) Devido ao fato de o gateway utilizar o processo de análise de dígito-por-dígito para selecionar qual dial-peer

Em uma chamada sendo realizada através dos dois gateways na topologia abaixo, definimos quatro dial-peers para esta comunicação: – Duas dial-peers INBOUND: uma entrando no BrainGW01 pela interface FXS 1/0; e outra entrando no BrainGW02 pela interface E1 0/1/0:0 – Duas dial-peers OUTBOUND: uma saindo do BrainGW01 pela interface E1 0/0/0:0; e outra saindo do

Parte essencial na elaboração de um Plano de Discagem (ou Dial Plan), as dial-peers são utilizadas para criar o plano de roteamento de chamadas dentro de um ambiente VoIP. Resumidamente, uma dial-peer é uma rota utilizada para realizar o encaminhamento de chamadas de voz. Para facilitar a compreensão, podemos fazer uma analogia de uma dial-peer

Muito antes de existirem as redes convergentes suportando Voz, Vídeo e Dados sobre a plataforma IP, os conceitos e padrões de Voz já eram utilizados em larga escala e já estavam "maduros" o suficiente, de modo que as redes telefônicas se tornaram sinônimos de alta-disponibilidade e qualidade. Atualmente estamos passando por um período de transição

Tags: , ,
TOP