CREATE ACCOUNT

FORGOT YOUR DETAILS?

Políticas de controle de banda – Catalyst 3750

by / quinta-feira, 27 maio 2010 / Published in Cisco, Configuração, IOS, Switches

Este post traz uma configuração fácil de ser realizada em switches Cisco, para limitação de banda, em tráfego um switch Cisco Catalyst 3750, através de Policy-Maps.

Através de parâmetros configurados na Modular QoS CLI, selecionamos um determinado tráfego, e lhe aplicamos ações, baseadas nas políticas configuradas para ele. A limitação de banda pode ocorrer de duas formas: shaping ou policing.

Shaping vs. Policing

Antes de qualquer coisa, é importante sabermos a diferença entre estes dois métodos.

– Traffic Shapping retém pacotes que excedem a banda configurada para um buffer (queueing) e gradativamente vai os transmitindo, sem que o mesmo não sejam dropados; porém este buffer demanda de memória, e é sempre aplicada em sentido outbound.

– Traffic Policing propaga bursts (limites) quando o fluxo de pacotes atinge a banda máxima, no qual ações como dropar ou remarcar os pacotes é efetuada. Não há buffer, e a aplicação da política é em sentido inbound.

Mais informações aqui*. Agora, mão na massa!!!

* É necessário CCO para visualizar este documento.

Configurando Traffic Policing

Apenas 4 etapas são necessárias para alcançarmos nosso objetivo:

1. Habilitar QoS

Como esta configuração trata-se de parâmetros QoS, é necessário habilitar este recurso globalmente no switch:

mls qos

2. Classificar o tráfego

Definimos qual tráfego passará pelas políticas de banda. Primeiro criamos uma ACL:

access-list 111 permit ip any any

Depois definimos um class-map, ao qual a ACL será vinculada.

class-map match-all 8MB
match access-group 111

3. Criar o policy-map

O policy-map irá aplicar as políticas ao tráfego classificado anteriormente no class-map. O policy-map será nomeado Policy8MB.

policy-map Policy8MB

Agora entrando no modo de configuração de policy-map, iremos selecionar um class-map, e aplicaremos as respectivas ações. Neste caso, estaremos limitando a banda a 8Mbps o tráfego definido pelo class-map 8MB.

class 8MB
police 8000000 8192 exceed-action drop

Para entendermos melhor, os comandos acima, o parâmetro 8000000 significa a largura de banda medido em bits, e o ‘exceeded-action drop’, significa que os pacotes que ultrapassarem a banda de 8Mbps, serão simplesmente dropados.

4. Ativar a política

Por final, ativamos a política na interface, lembrando que é sempre ao tráfego inbound.

interface FastEthernet1/0/23
service-policy input Policy8MB

Está feito. Agora vou apresentar alguns testes que fiz, com as ferramentas Iperf – gerador de tráfego, NetMeter – medidor de banda de adaptador de rede, e o próprio MS-DOS.

Neste lab, temos duas máquinas windows conectadas a um switch 3750, em portas FastEthernet, somente com as configurações acima aplicadas. O host 10.1.0.11 está conectado à interface Fa1/0/23, e o 10.1.0.12, à Fa1/0/24.

Observe na primeira imagem, o output feito no Iperf do lado client.

 

Talvez para aqueles que não estão familiarizados com essa ferramenta, fique um pouco confusa a interpretação dos logs acima… mas eu vou tentar deixar o mais claro possível!

No primeiro comando, o Iperf client (10.1.0.11) está configurado para gerar 200Mbps de tráfego para o servidor 10.1.0.12. Como pode-se ver no output acima, a ferramenta consegue gerar 68,1 Mbps, sendo a taxa de transmissão REAL entre os dois foi de 64,4 Mbps.

Após isto, foram aplicados os comandos no switch, e o mesmo teste foi feito entre os dois. O client conseguiu novamente produzir 68,1Mbps, porém, a taxa real entre os dois foi de 6,7Mbps, segundo o reporte do servidor.

Com tráfego normal, o servidor reportou banda de 64Mbps, e após a regra, 6,7Mpbs, conforme o log acima.

Agora, vejamos o gráfico da placa de rede do client, gerado pelo NetMeter.

Bom é isso… espero ter ajudado. Qualquer dúvida mandem comentários!! Abraços e até mais…

7 Responses to “Políticas de controle de banda – Catalyst 3750”

  1. Daniel says : Responder

    André… se quiser te mando novamente as documentações do Cacti (Weathermap) e Radius Server… é só falar..

    Outra coisa… uma outra forma de controlar velocidade da porta, por exemplo… setando por ex. em 16Mb, seria com o comando: srr-queue bandwidth limit 16 (se não me engano, essa conf só funciona para tráfego de saida) e caso queira limitar abaixo de 10Mb, basta setar a porta para speed 10 e aplicar o comando com a porcentagem desejada.

  2. Rafael Leão says : Responder

    Fala Daniel!!
    Cara obrigado pelo comentário… vou estar fazendo um lab por aqui sobre isso q vc falou… valeu pela dica!! Abração…

  3. Valeu Daniel. Felizmente conseguimos restaurar todos os posts.

  4. Bel says : Responder

    Rafael,

    Seu exemplo de access-list (access-list 111 permit ip any any) faz com que seja dado match nos pacotes de ida e volta, limitando tanto upload quanto download em 1Mb (como se o link fosse half duplex). Teste download e upload simultaneamente e veja que o tráfego não passará de 500Kb em cada sentido..

    Para contornar isso é necessário fazer a access-list no sentido input como por exemplo access-list 111 permit ip any [rede][mascara]. Ou seja, especificando a rede do host local.

    Estou postando aqui pois estava com esse problema e apanhei horrores até descobrir isso. (meu switch é 6500, mas acredito que o conceito seja o mesmo).

    Abraços!

  5. Bel, a access-list está amarrada a política (através do class-map) que por sua vez está aplicada no sentido input da interface.
    Assim apenas o tráfego “entrante” vai dar match, é o que eu acho.
    Vamos ver o que diz o Leão e se possível testar.

  6. Dias says : Responder

    Senhores,

    Tem como fazer essas configurações em um switch 3850X?
    Tentei executar mas percebi que o mesmo não possui MLS QOS.

Deixe uma resposta

TOP